18 junho 2013

Começam preparativos finais do Campus Fidei para vigília e missa de envio na JMJ

O Campus Fidei, em Guaratiba, local onde serão realizadas a vigília e a missa de envio, nos dias 27 e 28 de julho, na Jornada Mundial da Juventude Rio2013, terá estrutura com 22 lotes, cada um equivalente a mais ou menos sete campos do Maracanã, e 32 ilhas de serviços com banheiros, bebedouros, torres de vigilância e a venda de comidas e bebidas.

Serão 33 telões de LED por todo o Campus, que possui uma área de 1,36 milhão de m². O projeto foi elaborado de maneira que o peregrino não precise se distanciar do lote onde está acampado, por isso serão cerca de  4.673 banheiros, dentre esses 270 serão adaptados para pessoas com deficiência física.

A organização do evento já garantiu 12 milhões de litros de água, distribuídos em 177 bolsões. Seguindo o legado ambiental da JMJ Rio2013, haverá uma estação de tratamento de esgoto dentro do Campus Fidei, para que a água seja tratada antes de ser despejada no esgoto de Guaratiba.

A estrutura também contará com dois hospitais de campanha que serão montados próximo ao

A orientação passada aos peregrinos é que não levem barracas, para não atrapalhar a visão das pessoas, apenas sacos de dormir. A entrada nos lotes será por ordem de chegada, recebendo melhor localização as pessoas que aderirem ao pacote peregrino previamente.
Guaratiba é um bairro na zona Oeste do Rio, com aproximadamente 110.000 moradores. Haverá uma peregrinação em caminhada de 13 quilômetros até o Campus Fidei.

Palco

O palco da Jornada Mundial da Juventude Rio2013 onde o Papa Francisco celebrará a missa, no Campus Fidei, já está sendo montado. Será uma área de 4.000 m² e capacidade para 750 pessoas.

A elaboração foi do arquiteto João Uchôa, inspirado nas catedrais góticas, a decoração será composta por uma Cruz de 33 metros de altura, duas estruturas de ferro com imagem de mãos em oração na direção do céu e também colunas com as palavras "amor", "amizade" e "união" que ficarão espalhadas pelo palco.

Na noite da vigília, 27 de junho, quatro jovens contarão suas experiências de momentos nos quais estavam desesperados e encontraram um caminho para suas vidas na fé. Para cada história será construída uma igreja cenográfica no palco e ao final, voluntários carregarão suas partes pela multidão, simbolizando que a igreja será construída em outro lugar.
Esta faz parte de uma das cenas de abertura da vigília que será presidida pelo Papa Francisco. Antes de chegar a sua cadeira, que ficará no fundo do palco, o Pontífice cruzará o Campus Fidei de papamóvel.

Campus, pelas Forças Armadas. As unidades atenderão apenas procedimentos simples. A referência será o Hospital Pedro II. Para o Papa Francisco, um helicóptero com UTI ficará de prontidão, além do seu médico particular.

Fonte: http://www.comshalom.org/noticias/exibir.php?not_id=7915
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário