07 agosto 2013

Dom Aldo, arcebispo da Paraíba, anuncia processo de beatificação de Zilda Arns

Olá irmãos,

A médica pediatra e sanitarista Zilda Arns Neumann, fundadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da

O processo de beatificação e canonização será iniciado em 2015, cinco anos após sua morte no terremoto do Haiti, anunciou o arcebispo da Paraíba, dom Aldo di Cillo Pagotto, presidente do Conselho Diretor da Pastoral da Criança, durante comemoração dos 30 anos de criação da entidade.

"Começaremos então a coletar os testemunhos, que são imensos, casos de salvação de vidas e também todos os ensinamentos e práticas da doutora Zilda", disse dom Aldo. Para ele, o "pleito terá fácil aprovação".
Pessoa Idosa, poderá ser mais uma santa brasileira.

Para o arcebispo da Paraíba, o que importa é "o gesto de valorização e de reconhecimento de todas as virtudes da médica, além do legado deixado para as pastorais". D. Aldo lembrou que Zilda concorreu ao Prêmio Nobel da Paz, "o que já é um reconhecimento de dimensão universal".

Zilda morreu aos 75 anos, no dia 12 de janeiro de 2010, sob os escombros de um prédio, enquanto fazia uma palestra para voluntários e colaboradores da Pastoral da Criança, em Porto Príncipe. Viúva de Aloysio Neumann, deixou quatro filhos e dez netos.

Outros dois filhos morreram - Marcelo, recém-nascido, e Sílvia, aos 30 anos. Era a 12ª de 13 irmãos, sete mulheres e seis homens, entre eles o cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário