25 outubro 2013

Padre João Wilkes, membro da Comunidade Shalom, é novo responsável pelo Setor Jovem do Pontifício Conselho para os Leigos

Padre João Wilkes Rebouças Chagas Júnior, missionário da Comunidade Católica Shalom, é o novo responsável pelo Setor Jovem do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL). A informação foi divulgada hoje no site da instituição. A função, exercida até então pelo Padre Enric Jaquinet, da Comunidade Emanuel, é coordenada pelo dicastério que assiste o Papa Francisco nas questões relacionadas à contribuição que os fiéis leigos dão à vida e à missão da Igreja, individualmente ou através de organizações. Dentre as atividade do setor, está a organização das Jornadas Mundiais da Juventude, criadas sob a inspiração do Papa João Paulo II.

Padre João Wilkes  fez  especialização em Teologia Espiritual na Pontifícia Faculdade Theresianum de Roma. Ingressou na Comunidade Católica Shalom aos 16 anos e foi ordenado sacerdote aos 27 anos, na Arquidiocese de Fortaleza. Em 2011, quando o PCL buscava um sacerdote brasileiro para colaborar, em Roma, com a coordenação da Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro, padre João foi convidado para exercer o trabalho.

“Consciente de meus limites, mas desejoso de doar-me inteiramente ao Senhor neste serviço, hoje desejo garantir-vos a minha disponibilidade em vos escutar e caminhar junto a vós na edificação do Reino de Deus”, afirma o sacerdote, em carta aos responsáveis pela pastoral da juventude das conferências episcopais e das associações, movimentos, e novas comunidades internacionais.

A nomeação foi efetivada no último dia 22, data em que a Igreja celebra a memória do beato João Paulo II. “É uma graça divina que isto tenha se concretizado no dia de João Paulo II, porque a Comunidade nasceu aos pés do beato, no desejo de ofertar nossa vida e juventude paras evangelizar os jovens, em especial os mais distantes de Cristo e da Igreja”, afirma o fundador da Comunidade Shalom, Moysés Azevedo. Para ele, a nomeação significa “alegria, responsabilidade, sinal e fruto”.

“O serviço do padre João como responsável pelo Setor de Juventude do PCL é também um fruto da JMJ no Brasil. Creio que a sua nomeação também reflete o que a Igreja espera dos jovens do Brasil e de toda a América Latina com relação à grande responsabilidade de colaborar com a evangelização dos jovens do mundo inteiro. Por muito tempo recebemos missionários de outras terras que nos comunicaram o grande tesouro da Fé, agora devemos ‘dar de graça o que de graça recebemos”, concluiu.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário